segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Seguindo Jesus

"Depois disto, ao sair viu um publicano chamado Levi, sentado na coletoria, e lhe disse:Segue-me!
Ele se levantou, deixou tudo e o seguiu."Lucas 5:27,28
O que você precisou deixar para trás, para seguir a Jesus?
Um dia eu questionei ao senhor porque algumas pessoas estão na igreja e continuam da mesma forma, não querem mudanças, não querem fazer a conversão, a impressão que dá é que o evangelho não faz diferença na vida deles.
A resposta do senhor foi: Imagina se não estivessem aqui, onde estariam?O que você teve que deixar para trás para me seguir?
-Pouca coisa, eu nunca tive vícios, estava casada há anos com o mesmo marido, a minha família veio comigo, não tive muitos problemas com a parentela por causa da religião, foi muito tranquila esta transição.Mas para alguns  a decisão de seguir ao senhor requer mudanças drásticas na vida, é preciso deixar tudo para trás, o pecado, os vícios, às vezes a família, o crime, as drogas e começar uma vida totalmente nova ao lado de Jesus, e esta decisão às vezes não permite que esta pessoa traga na sua bagagem nada da sua vida anterior é preciso começar tudo de novo, novos amigos, novos amores, novas condutas, novas regras de comportamento,  é um mundo totalmente diferente, cheio de regras, cheio de fiscais, cheio de discriminações, somente aquele que já viveu na promiscuidade é que pode saber o quanto é difícil seguir a Jesus da forma que deve ser.Se você, assim como eu foi um destes privilegiados que não deixaram quase nada pra trás para seguir ao senhor, comece a olhar para aqueles que tiveram que deixar tudo, com orgulho e caminhe ao lado dele somente para incentivá-lo a prosseguir, nunca para criticar.Cada vez que vier aos seus lábios a vontade de questionar a Deus sobre a conduta do seu irmão, procure imaginar se não fosse a misericórdia do senhor, onde ele estaria agora?O mundo ao qual pertenceu até pouco tempo atrás é algo estarrecedor, onde não existe nenhum valor moral, nenhuma ética, onde tudo é permitido.
É preciso estarmos preparados para conviver com estas diferenças, não estou dizendo que temos que aceitar que esta pessoa traga o seu mundo para dentro da igreja, mas é preciso ensina-la com muito amor, com muita delicadeza a forma correta, daqui para frente, ensinar o valor de ter um amigo verdadeiro, de uma nova maneira de falar, uma nova maneira de vestir,  ter um Deus que cuida de tudo é muito bom, mas ser tratado com respeito nesta nova etapa não tem preço.Vou deixar uma dica para você refletir:Sabe aquele irmão que você acha extremamente mal educado, grosseiro na verdade, que tem horas que dá uma vontade...Como será que resolveria as suas rusgas naquela outra vida?Alguns matavam por quase nada, outros partiam para a agressão física, somente por um olhar atravessado.Pensa que,  se eles não estivessem na igreja, o que estariam fazendo?Aprenda a não julgar as pessoas pela sua cartilha de valores, cada um tem uma história de vida muito peculiar, respeite as diferenças.Quando você olhar para estas vidas, vai conseguir enxergar um ser humano que foi comprado por um preço muito alto, e por motivo nenhum pode ser devolvido ao mundo.

Nenhum comentário: