segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Aprendendo a orar


E Ele lhes disse: quando orardes, dizei: Lucas 11:2 
Existem alguns momentos  em que não há mais nada a fazer a não ser clamar pela misericórdia de Deus, o coração está tão aflito que somente a presença do espírito santo é capaz de aliviar o nosso sofrimento enquanto o socorro não chega.
Jesus nos seus momentos de angústia, de alegrias, de tristezas, de sofrimento, buscou alívio para suas dores na oração e nos deixou esta como modelo, não existe uma forma única de oração, só é preciso abrir o  coração e se derramar na presença do senhor, falar das suas dores, do seu sofrimento, como pai amoroso que é, ele se inclina somente para ouvir o que tem a dizer.
-Pai nosso que estás no céu, santificado seja o teu nome; venha a nós o teu reino, seja feita a tua vontade; assim na terra como no céu.
Dá-nos cada dia o nosso pão cotidiano;
E perdoa-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos a qualquer que nos deve, e não nos conduza em tentação, mas livra-nos do mal.
O tempo vai tirando de nós a simplicidade na hora de orar, achamos que ele gosta de palavras difíceis, de orações bem feitas, mas o que Deus espera que saia das nossas bocas são palavras sinceras.
Não existe local específico para orar, algumas religiões exigem hora e luga, mas Jesus deixou claro nas suas palavras que qualquer local é lugar de adoração, caminhando, dirigindo, trabalhando, limpando  casa, o que importa é ter as suas orações ouvidas por Deus.

Nenhum comentário: