quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Dá para começar tudo de novo....

"Eis que Deus é muito grande, contudo a ninguém despreza; grande é em força e sabedoria." Jó 36:5
É difícil alguém olhar esta imagem e não crer que somente uma mente com poderes sobrenaturais poderia criar algo tão lindo, esta é uma prova incontestável da existência de Deus.
E o que me  chama atenção neste Deus é a sua simplicidade, com toda a sua grandeza ele não sentiu necessidade de menosprezar nenhuma das suas criações, criou um mundo perfeito, em que cada um tem uma função imprescindível para desempenhar, como peças de uma engrenagem que funciona perfeitamente, onde um depende do outro, fomos projetados para vivermos em harmonia, com um respeitando o espaço do outro, o rio caminha quilômetros e quilômetros sem desviar do seu curso nunca, a floresta se mantém até onde Ele permitiu, a maré vai e vêm, sem nunca ultrapassar os seus limites, o sol nos mantém aquecidos numa distância constante, então porquê nós simples mortais, nos achamos no direito de subjugar, desprezar, aqueles a quem achamos que não tem qualidades excepcionais.
É tempo de reconhecer a nossa insignificância no meio de um universo tão extraordinário, o mundo continua da mesma forma sem a minha e a sua presença.
Estamos caminhando nesta terra sem nos dar conta de que precisamos nos tornar mais simples, o criador da vida  era forte e sábio, nem por isso se fez diferente de nós, não precisamos consumir tanto, não precisamos de poder comprar coisas para sermos felizes,  é preciso tornar o nosso coração para as coisas que são realmente necessárias, viver mais, abraçar mais, comer menos, amar muito, curtir os amigos e a família, consumir menos, cuidar da natureza, respeitar os limites impostos por Deus para nossa sobrevivência, estamos caminhando para um precipício, e se não colocarmos um freio nas nossas atitudes egoístas, achando que somos a única coisa que importa no universo, que somos melhores que tudo e todos,  não precisaremos nem de Deus para nos destruir.É tempo de pensarmos em solidariedade, a economia capitalista não rendeu bons frutos, cabe a nós revertemos esta situação, e o primeiro passo é reconhecer que somos todos iguais, que não existe ninguém mais importante que outro nesta engrenagem, que todas as nossas atitudes mesquinhas, gera em cadeia, uma sociedade mais injusta, é preciso ter consciência de que até a quantidade de lixo gerada em excesso pela sua família, vai prejudicar uma outra.
Neste final de semana, estive na praia, e que tristeza olhar aquelas pessoas que vão se divertir num local tão bonito e por onde passam deixam um rastro de destruição, de sujeira, de lixo, ninguém se importa de deixar lá na praia todos aqueles resíduos, 
é impossível que o poder público mantenha limpo milhares de quilômetros de praia, onde uma população itinerante sem educação nenhuma, resolve dispor de qualquer maneira os seus restos.Parece que faltou  a minha geração umas aulas de educação ambiental, no lugar das aulas de educação moral e cívica , porque pelo que vejo, no passo que caminhamos, não vai sobrar nada para contar.É possível, pela forma como o lixo é descartado avaliar o nível de educação de uma população inteira.Está faltando respeito ao próximo, respeito a natureza e principalmente respeito a Deus.

Nenhum comentário: