terça-feira, 3 de janeiro de 2012

O que os olhos não veêm

"Os olhos que o viram jamais o verão, e o seu lugar não o verá outra vez.Os seus filhos procurarão aplacar aos pobres, e as suas mãos lhes restaurarão os seus bens.Ainda que os seus ossos estejam cheios do vigor da sua juventude, esse vigor se deitará com ele no pó.Ainda que o mal lhe seja doce na boca, e ele o esconda debaixo da língua, e o saboreie, e o não deixe ,antes, o retenha no seu paladar, contudo, a sua comida se transformará nas suas entranhas;fel de áspides será no seu interior.Engoliu riquezas, mas vomitá-las-á; do seu ventre Deus as lançará."Jó 20:9;10;11;12;13;14;15
Há uma guerra declarada no meio das famílias cristãs sobre os limites que devemos impor aos nossos jovens, o que é certo e o que é errado, há um código de comportamento impostos pelas igrejas e pelos pais cristãos e outro criado pelos filhos.Como conciliar estas duas realidades  tão diferentes?
Hoje, estamos vivendo uma época de fingimentos, os filhos são uma pessoa dentro das igrejas e outra completamente diferente quando estão longe.Os pais para poderem manter as aparências desta santidade fingida, fazem de conta que não sabem o que seus filhos fazem longe das suas vistas, e estão vivendo dias de mentira.Se for escondido, tudo bem.
Irmãos, há um preço muito alto a ser pago por eles, os seus filhos precisam ser alertados de que a mentira, o engano não nos levam a lugar algum, esta hipocrisia não dura para sempre, em algum momento este comportamento será descoberto, e vai servir de chacota para muitos:Olha lá a santinha!Olha a filha do pastor!Nossa, não era este que era tão quietinho!
Eu quero levantar uma bandeira para vocês pais, para que não se escondam, a bandeira da sinceridade, ensine os seus filhos com muito amor, a serem pessoas não fingidas, a se comportarem da mesma maneira dentro e fora da igreja, a dizerem tudo o que pensam e sentem, ainda que não seja o que você gostaria que eles dissessem, a mentira, o engano, o fingimento tem levados os nossos jovens para um abismo, e outro e outro.
Deus não tomará nenhum deles por inocentes, porque conhecem a palavra, e quando a mão Dele pesar sobre eles, sobra muito pouco para você fazer.É preciso ensinar o valor da obediência, não dê espaços para que ele minta e engane você.Nenhum deles mente para o pai ou para a mãe de propósito, apenas não tem coragem de te decepcionar e dizer  que querem coisas que talvez você não aceite.Ensine ao seu filho e a sua filha que você é a sua melhor amiga ou amigo, que ele pode contar com a sua sabedoria para aconselhá-lo sempre, em qualquer situação, não importa a sua reação, é preciso passar segurança para eles, na hora da conversa.A mentira o fingimento pode servir para enganar alguns, mas a Deus, é impossível.
A palavra nos ensina que não podemos servir a dois senhores, o que é certo é certo e o que é errado será sempre errado.
Vamos ensinar aos nossos jovens o valor correto de cada coisa, ele não precisa ser um modelo de comportamento para a igreja, ele tem a liberdade o livre arbítrio de ser o que ele quiser, o mais importante é que ele seja sempre sincero diante de Deus e dos homens, e a nossa obrigação como ministros da nossa casa é ensiná-los a verdade.Diga não a mentira!!!!!!!!



Nenhum comentário: