segunda-feira, 19 de março de 2012

Estou de olho em você

"Bem aventurado o homem a quem o senhor não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano"Salmos 32:2
Será que Deus gosta mais de uns filhos do que outros?A bíblia relata que Ele não faz acepção de pessoas, que somos todos iguais.Mas eu tenho comigo que ele tem sim, uma quedinha especial por alguns.
Será que o nosso Deus perfeito cometeria este deslize, de amar uns mais do que outros?
Irmãos, o nosso Deus é perfeito e não cometeria um erro destes.Perante a Ele somos todos iguais, não há diferença.
Então porque as vezes temos a sensação de que alguns tem semeado e não colhem aquilo que plantam, ficamos esperando qual vai ser o castigo e nada, parece que Deus não viu o seu erro.A justiça divina é implacável, todo erro, tem uma consequência, e nada fica encoberto, como diferenciar então o erro que leva a morte e o erro que recebe o favor de Deus.
Todos somos dignos de receber o perdão, a única condição é que haja o arrependimento e é aí que existe a diferença entre o que se arrepende verdadeiramente e o que pede perdão para aliviar a sua culpa perante os homens, sem se importar com as consequências, uns até sentem a necessidade de receber um castigo para aliviar sua culpa, outros só pedem perdão para aliviar a sua consciência.
Bem aventurado, feliz é o homem a quem o senhor não imputa maldade.Este homem pode até errar, mas o seu coração é tão puro,  se arrepende tanto, que Deus ás vezes passa a mão na sua cabeça e diz:Filho, está tudo bem, eu conheço o teu coração e sei que não fez de propósito.Davi é uma prova disto.
Em outra situação o homem erra também, recebe o perdão, mas não aprende nada com o seu arrependimento, vai arcar com as consequências do seu erro, para que no futuro não faça de novo, o medo neste caso, mantém este homem longe do pecado, mas longe do coração do pai.
Tenho visto dentro da igreja pessoas que tem um coração duro, não conseguem amar verdadeiramente, estão sempre buscando algo de ruim nas entrelinhas, esperam sempre o pior, são infelizes, o evangelho não entrou na sua vida para trazer mudanças, ele continua da mesma maneira, até se arrepende dos seus sentimentos, mais é mais forte do que a sua vontade de amar.Há uma diferença entre o cristão convertido e o que é convencido.Um recebe o favor, o perdão, o outro, as consequências do seu erro até entender o que é ser filho de Deus. 
Qual pai que para ensinar um filho não age de forma diferente para discipliná-los, assim é o nosso Deus quando quer nos ensinar.
Não se engane, Deus conhece você e sabe exatamente o que faz e o que sente, quais são as suas intenções em cada atitude.
Davi  era um homem segundo o coração de Deus, foi um bem aventurado, feliz, porque nele não se imputava maldade, ainda que cometesse muitos erros o  arrependimento era imediato.
Se você quer ser um bem aventurado, receber o carinho de Deus, ser o queridinho, tenha um coração puro, deixa o amor transbordar em você, espalhe este amor gratuitamente sem querer nada em troca, sem segundas intenções, busque sempre enxergar o melhor do seu irmão, talvez ele  esteja precisando de um incentivo seu para ser transformado.Deus está de olho em você!
Por mais escuro que possa estar o seu coração, Jesus tem a luz que você precisa para mudar!



Nenhum comentário: