quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Sede de vingança

"Quanto tempo teu servo deve esperar?Quando tu punirás aqueles que me perseguem?Salmos 119:84
Alguns cristãos andam esquecendo Jesus e estão como Davi, questionando a Deus sobre o dia da vingança.
A nossa luta diária nos dias de hoje não é contra a carne ou sangue, mas contra principados e potestades malignas, foi isto que Jesus nos ensinou, ou não?
Alguns cristãos estão envolvidos em verdadeiras batalhas, brigam entre si como se estivessem num campo de guerra, por motivos tão fúteis que não quero nem entrar nestes detalhes.A verdade é que cada um está olhando para o seu umbigo e esquecendo de olhar a igreja como um bem precioso, a noiva escolhida, que deve ser tratada com todo amor e respeito.
O sentimento de vingança tem estado tão aflorado na vida das pessoas, que achamos normal que pessoas que conhecem o evangelho tenham esta sede de sangue, a vida está perdendo o valor diante desta sociedade que usa o evangelho de forma equivocada.
Davi era um homem segundo o coração de Deus, e quando lemos este pequeno trecho neste salmo encontramos respaldo bíblico para este sentimento de vingança, será que é isto que Deus espera de nós?Aquela era uma guerra muito diferente da nossa, não colocamos a vida em risco nestas batalhas, a não ser a espiritual. O sentimento de vingança é tão maligno que nos cega de uma maneira tão violenta que não enxergamos nada a nossa frente, a não ser a nossa vontade de fazer aquela pessoa sentir dor também.
Esta é a nossa luta travada nos dias de hoje, da carne contra o espírito, vingar ou perdoar, o amor e o ódio caminham muito próximos um do outro e se não estivermos ligados em Deus, pendemos com muita facilidade para o lado errado, quando este sentimento de vingança enche o coração do servo de Deus é preciso buscar consolo na oração, vigiai e orai, abre os olhos, arranca este sentimento ruim, porque este adoece a sua alma, e alma doente é um prato cheio para seu adversário.Aprender o valor do perdão, oferecer a outra face, amar ao teu próximo como a ti mesmo, é tão mais difícil do que a conversão ao evangelho.Alguns se dizem cristãos mas continuam agindo com o coração do mundo que tem esta sede de sangue.Por motivos tão banais nos achamos no direito de condenar o outro a uma vida de sofrimentos, chegamos ao cumulo de pedir a Deus que castigue esta pessoa.Bom seria se conseguissêmos perdoar e amar com a mesma intensidade que queremos ser vingados.O ódio e a vingança como uma semente plantada para germinar precisa de adubo e água, este precisa ser alimentado com novos acontecimentos, não permita que estes sentimentos chegue ao teu coração, quando a convivência com alguma pessoa está se tornando insustentável, saia de perto, em algumas batalhas não tem que lutar, é uma saída estratégica, não quer dizer que perdeu a luta, é só um tempo pra sarar estas feridas e retornar como aquele que venceu a guerra.Guarde os seus ouvidos e a sua boca debaixo da unção de Deus e você com certeza sairá vencedor desta grande batalha da carne contra o sangue.

Nenhum comentário: