domingo, 9 de setembro de 2012

Água da Vida, saciando a sede

"Jesus respondeu, e disse-lhe:Qualquer que beber desta água tornará a ter sede;
Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.João 4:13,14"
Muitas pessoas sentem dificuldade em entender, o porquê de uma pessoa que não tem uma religião, nem nenhum tipo de relacionamento com Deus, de repente começa a dizer que virou crente, não sai mais da igreja, quer levar todos que estão a sua volta, nem que seja a força, só falam de Jesus, de batismo, de batismo com espírito santo, de salvação, de milagres, de inferno.E fica no ar uma questão para quem não é cristão:Que loucura é esta que faz com que as pessoas mudem os seus hábitos de uma hora pra outra?Queiram ficar o tempo inteiro na igreja?Comecem a agir de maneira estranha, mudando até as suas roupas, o jeito de falar, parece que toda a sua vida deixou de existir a partir do momento que  foram pra igreja.Tenho certeza de que muitas pessoas já pensaram assim, e tem dúvidas sobre o que acontece quando alguém aceita Jesus como senhor e salvador da sua vida.
No evangelho de João conta a história de uma mulher samaritana que tirava água de um poço e Jesus pediu-lhe um pouco de água.Os samaritanos eram inimigos dos judeus e não se falavam.E aquela mulher ficou indignada com o atrevimento de Jesus, como um judeu podia lhe pedir para dar-lhe água?
Foi quando Jesus lhe explicou que matar a sede com aquela água do poço não era suficiente logo ele teria sede de novo, mas que ele tinha uma água que quando ela bebesse  não sentiria sede nunca mais, porque a água que Jesus lhe desse faria nela uma fonte a jorrar para vida eterna.E aquela mulher ficou muito interessada naquela água.Esta passagem consegue ilustrar e fazer com que você entenda o que acontece quando uma pessoa tem um encontro verdadeiro com Deus.Muitos são os motivos que levam alguém a procurar uma igreja, às vezes a dor, o sofrimento, um amor perdido, uma traição, o testemunho de alguém que foi pra lá e mudou de vida, tornou-se uma outra pessoa, não importa, o que vale mesmo é que Deus te dará uma nova chance, de escrever de novo a sua estória, preencher o vazio da sua alma com o espírito santo.
O processo de conversão ao evangelho não é igual para todas as pessoas.Alguns chegam na igreja destruídos, com a vida cheia de problemas, com vícios, precisando de libertação, para estes onde superabundou o pecado, as transformações serão visíveis de longe, terão que largar a vida de antes e começar uma nova, se tinha muitos vícios, a primeira atitude é deixar o ambiente comum a eles, não que virem santos agora, mas o distanciamento faz com que tenham forças para prosseguir, estes precisam estar na igreja com mais frequência, porque encontram ajuda de pessoas que venceram o desafio.
Outros tem um encontro com Deus de forma mais tranquila, vem pra igreja porque se identificaram com a palavra pregada e vão seguir a Deus de forma mais tranquila, a vida não vai necessitar de grandes mudanças, então parecem menos fanáticos do que os outros aos olhos de alguém que não conheceu a Jesus.
Mas o mais importante neste encontro é que decida ser alguém diferente, aproveitar esta chance e ter uma vida diferente, mudando os seus conceitos de vida feliz, valorizando a família como bem mais precioso, buscando a presença de Deus em todos os momentos, pensando nas consequências de todos os seus atos, a vida é uma grande plantação e a colheita depende da semente que for semeada.
Venho de uma família muito católica, onde o alcoolismo é comum entre os seus membros, e foi muito difícil pra eles entenderem porque de uma hora pra outra eu decidi não oferecer mais na minha casa, nas festas, nenhum tipo de bebida alcoólica.Eu nunca bebi, mas aqui sempre tinha um bar completo.Um dia percebi que estava sendo usada para incentivar o vício que os destruía.Hoje as pessoas não questionam mais esta minha atitude, mas foi bem difícil, alguns se afastaram, mas continuo depois muitos anos convicta de que foi a melhor decisão que tive.Aos poucos estou vendo Deus convencendo a minha família, e tenho orado por isso, para que este evangelho entre no coração e dê uma chance para que eles venham a descobrir que ser cristão é mais do que uma vida diferente, é descobrir o prazer de estar bem com a família, ser alegre, feliz, sem o efeito do álcool, é poder viver um casamento sem traições, porque o relacionamento é tão bom que não há necessidade de uma outra pessoa.O nosso corpo não deve ser usado de qualquer maneira, tendo relacionamentos sem compromisso, a única coisa que sobra no dia seguinte é o vazio e o sentimento de ter sido usada.Deus nos deixou muitas coisas, cabe a mim fazer as escolhas e decidir o que é melhor.
Vida de crente ao contrário do que muitos pensam é uma vida cheia de diversão, de bons momentos compartilhados entre amigos e famílias.A diferença é que a nossa alegria não é passageira, aprendemos a valorizar cada minuto e bebemos todos os dias uma porção da água que nos sacia de toda sede do mundo.
Muitos não querem ser cristãos porque existem muitas regras difíceis de serem seguidas e acham que a igreja católica é mais tolerante com o pecado, ledo engano, é a bíblia que ensina o melhor caminho a ser seguido, e os valores morais que tenho, aprendi na minha casa com a minha mãe, e ela não era evangélica, a promiscuidade que impera hoje na vida de muitas pessoas é fruto do rompimento do compromisso das famílias com a igreja seja ela católica ou evangélica.
Se você  ainda tem dúvidas e quiser perguntar terei o maior prazer em ajudar, o que eu não souber prometo pesquisar e numa hora oportuna sanar a sua dúvida.
A minha oração é que você venha saciar esta sede da presença de Deus.Semana abençoada pra você e sua família.


Nenhum comentário: