quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Apatia tem cura?

"Disse-lhe Jesus:Vai, o teu filho vive.E o homem creu na palavra que Jesus lhe disse, e partiu.João 4:50"
Esta cada vez mais difícil crer na continuação da igreja cristã com a geração a qual os nossos filhos fazem parte.Não vejo arder no coração deles o desejo pela busca dos dons espirituais,  pelo espírito santo,  pelo conhecimento da palavra.Junte um grupo de jovens, e pergunte qual deles tem o desejo de ser missionário, pregar o evangelho na África, no Iraque, na Líbia, no Irã, correr riscos pra falar de Jesus,  posso afirmar com certeza que nenhum deles vai manifestar interesse. Conheci na igreja que congrego, uma geração de jovens que amavam o evangelho, que através deles, aprendi a caminhar com Jesus, que a salvação de almas era sua meta mais importante, todos tinham o desejo de serem pregadores da palavra.Infelizmente não deixaram discípulos, não criaram uma geração que os precedessem.Hoje, depois de muitos anos, continuam firmes na obra do senhor, são todos pastores, evangelistas, missionários, mas e agora quem é que vai ficar para fazer a grande obra?Esta é uma pergunta que deve ser feita em todas as igrejas:O que move o coração dos nossos jovens?O que passa dentro das suas mentes?Quais as suas intenções com igreja?Gostam de louvar, tocar instrumentos, até trabalham na obra, mas é um envolvimento superficial, não vejo aquela chama acesa.Estão mais preocupados em trazer pra dentro da igreja alguns costumes comuns lá fora, do que com evangelho propriamente dito, trocam a igreja e os seus valores por qualquer coisa.Não vejo jovens militarem em prol de causa alguma, a não ser as suas próprias, os seus desejos de consumo.A  maior preocupação do jovem hoje é saber notícias do facebook, estar em contato com a internet, comprar cada vez mais.Em algum ponto nós erramos, esquecemos de acender no coração dos nossos filhos a chama do evangelho, do temor ao pecado, da preocupação com as pessoas que perecem sem conhecer a este Deus.Criamos uma geração de filhos que Deus vomitará, porque não são nem quentes, nem frios, são mornos.É muito grave esta situação, e nem estou falando dos que se afastaram da igreja, falo para aqueles que estão lá dentro de qualquer jeito.Será que a chama do evangelho está se apagando?Será que são só os jovens que estão assim apáticos?Qual tem sido a nossa maior preocupação?Hoje vejo o quanto erramos na condução da vida espiritual dos nossos filhos.Em algum momento deixamos de acender a chama,  mas ainda é tempo de corrermos atrás do prejuízo, e tentar encontrar uma maneira de resgatar estes antigos sentimentos que para alguns parecem tão ultrapassados.Missão?Evangelismo?Pregar o evangelho?Batismo com espírito santo?Dá pra fazer isto pelo skype?
Alguém tem uma idéia pra reverter este quadro?Só levar os filhos na igreja não resolve.É preciso uma solução mais eficiente, ter a certeza de que eles ouvem,  entendem e multiplicam o que está sendo pregado. Tarefa difícil, mas alguém em uma época não tão distante encontrou o caminho para chegar até o coração destes jovens, precisamos ir atrás e descobrir a fórmula.Deus me fez uma promessa:Quero os meu filhos vivos e atuantes na igreja. Será que este é um desejo só meu?

Um comentário:

cida augusto disse...

Uma verdade muito triste, raros são os jovens com desejo ardente pela obra do Sr.
se alguém descobrir a formula por favor me avisem, tenho um exemplo classico dentro da minha casa duas filhas - um com relacionamento superficial com Deus, a outra desde os 8 anos diz que será missionaria,e corre atras, está focada, estuda, até a faculdade q irá cursar visa o chamado, quer fazer escola da JOCUM, tem apenas 17 anos. As duas tiveram o mesmo ensinamento e o mesmo exemplo, desde que me converti trabalho na obra do Senhor, na igreja e fora dela, não sei mais o q fazer p/ motivar a outra filha a sair da apatia, oro a Deus p/ que a futura missionaria não seja envolvida pela apatia dos que a cercam. Excelente post's
bjokas