segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Gritar não resolve

"A mulher louca, é alvoroçadora, é simples e nada sabe.Provérbios 7:13"
Algumas mulheres pelo muito falar, transformam suas casas em verdadeiros infernos.Querem resolver os problemas no grito.
Transformam as suas casas num ringue e vão obrigando os seus membros a tomarem partido na discussão.Age como uma louca.
O descontrole emocional é o causador de muitos atritos, e a mulher que não tem controle sobre as suas emoções, fica sem condições de manter o lar em harmonia, porque não consegue resolver nenhuma causa sem expor aos berros os seus argumentos.Por uma coisinha de nada se enerva de maneira excessiva e cria a maior confusão.Num primeiro momento, a mulher que tem o controle dos seus sentimentos, que fala baixo, pode parecer tola porque não reage de maneira agressiva aos ataques, mas com o passar do tempo é possível perceber que esta, resolve melhor os seus conflitos, e mantém a harmonia na sua casa.A mulher que fala demais corre o risco de se expor a situações constrangedoras porque não preserva a intimidade dos seus relacionamentos familiares.Família é algo que vamos carregar pela vida inteira, não tem como deixar pelo caminho, são laços eternos que os une,  então, ao invés de resolver as diferenças com uma boa conversa, e encerrar o assunto, preferimos falar para outras pessoas, viramos a cara, cortamos as relações, e ás vezes a pessoa nem sabe o porquê.A mulher que faz do seu ambiente familiar um lugar cheio de conflitos e confusões é uma tola, porque não tem nada melhor do que a nossa família, é preciso zelar pela paz dentro de casa.E o meio mais eficiente pra isto é reduzir o volume, controlar a fala, ser coerente nos seus argumentos, porque quando um grita, não dá para  entender o que o outro diz.Não tem graça  nenhuma gritar com alguém que não altera a sua voz para responder, a tendência é o que grita, reduzir o volume, só assim será possível o diálogo.Os filhos precisam respeitar os seus pais quando falam em qualquer tom de voz, não é necessário se fazer obedecer pelo grito.
Conheço muitas pessoas que vivem em conflitos contantes com o esposo, com os filhos, com a família, que não percebem que todo  conflito tem inicio com o seu descontrole.Por mais boba que você possa parecer aos olhos de outra mulher alvoroçada, vale a pena insistir em ter o controle das suas emoções, a sua família vai agradecer.Porque não tem coisa mais insuportável do que uma mulher que fala demais, e sempre fala o que não deve, expõe a sua intimidade familiar de forma agressiva, com o intuito de aplacar esta raiva excessiva.Mude o seu modo de agir antes que as pessoas comecem a se afastar, manda pra longe este espírito que diz que:Eu nasci assim...., as mudanças pra melhor são sempre bem vindas.  

Nenhum comentário: