quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Dois pesos e duas medidas

"Dois pesos diferentes e duas espécies de medida são abominação ao Senhor, tanto um como outro.Provérbios 20:10"

Apesar de toda orientação de Deus, no nosso dia a dia, assumimos o posto de juiz, e discorremos sobre várias situações, julgando e condenando os envolvidos.
Houve um tempo em Israel que eles ficaram sem ter um rei que julgasse as suas causas, e para resolver as questões recorriam aos juízes.Os juízes eram homens e mulheres sábios e corajosos, que orientavam o povo conforme a vontade de Deus.Isso foi, depois de Josué, até Samuel, que foi o último juiz, no total foram 13 juízes.Terça-feira, no culto da tarde, o pastor João Maurício falou sobre este período, estas informações são só para ilustrar o texto, porque vamos falar de outro tipo de juiz, daquele que, sem sabedoria julga e condena e pior ainda dá sentenças diferentes para causas idênticas.Alguém aí, já fez isto?
Abomináveis para Deus somos nós, quando agimos de maneira diferente em situações semelhantes, porque tomamos partido de um ou de outro.Melhor seria não sermos juízes,  do que julgar 
a um de uma maneira, e ao outro de outra.Deus não faz acepção de pessoas, o certo é certo, e o errado é errado, em todo o tempo, não dá para ser de maneira diferente.O juiz é imparcial.
Ser juiz é um posto almejado por muitos, requer muito estudo, muita dedicação, para que as suas decisões sejam respeitadas.
Então,  vamos prestar atenção sobre todos os julgamentos que fazemos precipitadamente, é preciso ter responsabilidade, fazemos isto diariamente sem conhecimento de causa, sem nos preocuparmos com as consequências, não podemos pesar a um de uma maneira e ao outro de outra, somos iguais diante de Deus e dos homens, não podemos pender a balança para um lado, porque gostamos deste, ou do outro, porque gostamos daquele.Enganoso é nosso coração quando se deixa levar movido por sentimentos.Ser juiz requer de cada um de nós, imparcialidade.Se é responsabilidade demais, pára de julgar os outros e cuida só da sua vida, que já está de bom tamanho, deixa o cargo, para aqueles  que estão preparados para além de julgar, arcar com as consequências das suas decisões, porque há um preço a ser pago.
Fica um conselho para o seu dia a dia: aja sempre dentro da lei,  tanto na bíblia, como na constituição, diz que todos os homens são iguais, portanto não tem erro, é só prestar atenção. A lei existe para ser respeitada e cumprida.Lá atrás as pessoas já usavam a balança favorecendo a um e prejudicando ao outro, imagine agora.Mas eu e você vamos na contramão desta maioria, é preciso mostrar que o evangelho de Cristo, que o sangue derramado, fez alguma diferença nas nossas vidas, que os ensinamentos que Ele deixou não serão esquecidos.
"Guardei no meu coração a sua palavra para não pecar contra ti."

Nenhum comentário: