sexta-feira, 5 de abril de 2013

O começo do meio, e o meio do fim

"Alegra-te, jovem na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos: sabe porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo.Eclesiastes 11:9"



















Ah Juventude, levas a vida como se não houvesse amanhã.Como se tivesses em tuas mãos o controle do tempo.Não te preocupas com nada do que faz.Pensas que o mundo gira em torno do seu umbigo.O egoísmo faz parte das suas qualidades.Não te preocupas com nada que diz.A língua ferina é a ferramenta do seu trabalho.Ainda pensas que ofensas são esquecidas no mesmo instante.Mudas de idéia a todo momento. 
Ah, Maturidade, levas a vida com muita seriedade.Já descobriu que não tem o controle do tempo.Pensas demais nas consequências de tudo que faz.Ás vezes acha que não está dentro do mundo.A tolerância foi conquistada a duras penas.Passas muito tempo pensando no que falas.Vives engolindo sapos.Deverias espernear de vez em quando, ninguém é de ferro.Nunca é tarde, ainda dá tempo de sonhar.
Ah, Velhice, que não sabes se ri ou chora.Que viu o tempo passar.Que achas que ainda tem tanto pra fazer.Que vês a força acabar.Que tens na boca o gosto amargo da vida que não viveu.Que guardou ou jogou fora a alegria.Que pensas que não sobrou amor.Sabes que o sonho vai acabar.Que não dá pra sonhar o sonho de lá.E lá se foi o tempo.
Que tempo? O tempo que não tinha amanhã?O tempo que eu tinha o controle?O tempo que não tinha preocupações?O tempo que o mundo girava em torno do meu umbigo?O tempo que existia só eu?O tempo que falava o que queria?Que ofendia?
Ou o tempo que tudo era importante?Que planejava mais?Que tinha o mundo pra conquistar?Ou quando já tinha desistido?
Ei tempo, espera aí!
E lá se foi a juventude.....
E lá se vai a maturidade.....
E já que vem a velhice....
                                      
                                    
                                         THE END
                                     

O vento vem.O vento vai.

"Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da mulher grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas.Eclesiastes 11:5"
Ás vezes acontecem coisas que não conseguimos entender.São acontecimentos que fazem de uma hora pra outra mudar tudo.Como se uma ventania tirasse tudo do lugar e a gente se desespera, com as tempestades, com as coisas que mudam  de repente.Não sabemos lidar com estes imprevisto.As mudanças repentinas que desestruturam as nossas vidas são encaradas como algo ruim, que não são desejadas.Mas às vezes não é assim que acontece.O vento movimenta o moinho da vida e troca tudo de lugar.Nada fica parado.Bagunça tudo.O tempo passa e o próprio vento se encarrega de colocar todas as coisas no lugar.Que sabemos eu e você sobre o caminho do vento?Sobre os mistérios da vida?Sobre as vontades de Deus?E Nele você acredita?
Não há motivos para desespero.As tempestades vêm e vão.O vento passa.O sol nasce e morre no mesmo dia.As ondas do mar vêm e voltam.Quando o vento quiser, coloca tudo lugar.
Pensa que no meio destas tempestades há sempre a mão de Deus, querendo consertar, dando a chance para que haja renovação.Tudo novo.Novo amor.Novos amigos.Novo trabalho.Novos acontecimentos.Novo vento.Vem e sopra trazendo nova vida.Vida nova........