quinta-feira, 23 de maio de 2013

Falando para cristãos: evangélicos, católicos, crentes, descrentes, ateus

"Repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o Espírito de sabedoria e de inteligência; o Espírito de conselho e de fortaleza; o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor.Isaías 11:2"
No Brasil, a religião cristã é a mais conhecida.Tem para todos os gostos.Tem Jesus evangélico.Tem Jesus Católico.Tem Jesus espírita.Tem Jesus no Candomblé.
Mas quem será este Jesus de verdade?
Quem é este homem que consegue concentrar tantas teorias tão distintas?
Não quero discutir a minha crença, nem dizer quem está certo ou quem está errado.Assim como existem teorias que não podem ser provadas, há algumas que não podem ser contestadas e é sobre o Jesus cheio de sabedoria que  quero falar.
O homem  Jesus descrito na bíblia tinha características bem peculiares para a época em que vivia, há relatos de que tinha muita facilidade para ensinar, através de parábolas fazia com que os seus seguidores refletissem sobre os seus erros e se arrependessem.Naquela época não havia, jornais, revistas, tv, internet, telefone, e mesmo assim ele conseguiu disseminar por todo o planeta os seus ensinamentos, alguns seguidores até se dispuseram a morrer por este ideal. O poder de persuasão deste homem é incontestável.
Mas ainda paira no ar uma dúvida.Há algumas perguntas sem respostas: O que aconteceu com os cristãos?O que aconteceu com os seus seguidores?Onde se perdeu os seus valores?Que evangelho é esse que está sendo pregado?Se Jesus era um homem simples, e se era rico, não usufruiu das suas riquezas, vivia no meio dos pobres, dividia tudo o que tinha.
Por que que a igreja dele no geral, só fala em dinheiro, em bens materiais, em solução de problemas?Não se ouve falar em arrependimento.
Estou meio em dúvida, o que  vi na bíblia fala em oferecer a outra face, perdoar 70 vezes sete por dia, morrer por um ideal, amar o próximo como a si mesmo, honrar o pai e a mãe, amar a Deus sobre todas as coisas.Não vi nada sobre luxo, riqueza, dinheiro, poder, mentiras.Será que estou confundindo as coisas e este Jesus da TV e das igrejas não é o mesmo da bíblia?Será?Tudo é possível.Preciso aprofundar os meus estudos e assim que encontrar a resposta conto pra vocês.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Onde anda o meu amor?Foi embora, ou se escondeu?

Para onde foi o teu amado, ó mais formosa entre as mulheres?Que rumo tomou o teu amado?Cânticos 6:1a


















Algumas pessoas se mostram surpresas quando me ouvem dizer que tenho um casamento feliz, que amo o meu marido como há 24 anos atrás, que até hoje, sempre que pode, ele me leva o café da manhã na cama, que o sexo é compartilhado com prazer.Há algo errado nisto?Não.Claro que não!O erro está em se contentar com um casamento medíocre, sem graça, infeliz.Existe segredo para ter um casamento prazeroso?Penso que cada pessoa precisa encontrar o equilíbrio dentro do relacionamento, e que uma porção dobrada de carinho faz uma grande diferença.Já dizia um poeta no Rio de Janeiro que "Gentileza gera gentileza", e é a mais pura verdade.Muitas vezes esperamos que o outro seja gentil, carinhoso, que nos trate com delicadeza, e expressamos esse desejo sendo ainda mais agressivas.Um casamento como uma plantinha precisa ser cuidado, cercado de proteção, e essa proteção é que faz o outro se sentir amado.Encontrar prazer em fazer uma comidinha diferente na segunda-feira.Convide os amigos dele.Compartilhe estes pequenos momentos.Seja gentil com a sogra.Cuide da sua casa.Separe um tempo para cuidar de você.Lembre-se sempre de que dentro de um relacionamento nada deve ser feito por obrigação, quando não estiver a fim, seja sincera:Diga simplesmente: Eu não quero!(Só não pode dizer não a todo momento) abra algumas excessões.
Espalhe alegria pela sua casa, ficar de cara feia não resolve nada.A sua família não tem culpa das suas frustrações.Tá faltando alguma coisa, corre atrás.Muda de emprego.Vai fazer faculdade.Muda de casa.Sei lá o que te faz infeliz.Não põe a culpa no seu cônjuge.Lembra dele?É o mesmo namorado que um dia você escolheu, entre tantos.Deu a ele o privilégio de ser chamado de marido.Este é o seu presente, cuida dele.
O diálogo é muito importante para manter acesa a chama.Muitos casais chegam ao ponto de nem se falarem mais.
Algumas mulheres cuidam tanto dos filhos, que esquecem que são casadas, é escola de natação, de inglês, de ballet, parques, shoppings, e deixam os maridos em casa, descansando.O tempo precisa ser dividido, um pouco para os filhos, outro para família, e um tempo para o marido, e quando falo tempo, não é para discutir a relação, é tempo para namorar, passear juntos, pode levar os filhos, pode, desde que ele entenda que são partes de um mesmo corpo, que precisam andar juntos e ajustados.
Cada mulher sabe o que lhe faz falta.A receita não serve para todas.Faça as adaptações necessárias e escolha ter um casamento feliz.Sabe aquelas coisinhas?Deixa pra lá, não vai adiantar nada continuar discutindo por elas.Usa o tempo livre que tiver para dar e receber amor.Senão, qualquer dia destes vai estar procurando o seu amado, e não vai achar, o tempo levou o seu amor...e o seu amado.....