sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Eu dependo de Deus

"Ainda antes que houvesse dia; eu era, e nenhum há que possa livrar alguém das minhas mãos; agindo eu, que o impedirá? Isaías 43:13"


















Soa meio piegas nos dias atuais alguém se dizer dependente de algo ou de alguém, dá a impressão de que não é muito capaz, como se esta dependência tornasse você um pouco fraco.Para quem não ouviu falar: piegas quer dizer um apelo excessivo à comoção, que utilizamos de forma depreciativa para se referir a alguém que dá importância a coisas insignificantes
Vejo muitas pessoas que se declaram dependentes de drogas, de comida, de remédios para dormir, de comprar, de sexo, do álcool e não se envergonham por isso.
 A verdade é que o ser humano é dependente por natureza, precisa de outros para sua sobrevivência. Dizem alguns que seriam capazes de viver sozinhos, que não acreditam em Deus, mas, confesso sem receios em declarar que Eu sou totalmente dependente de viver em família, de crer que existe um Deus que cuida de mim, que nos momentos mais difíceis, não estarei sozinha, preciso disso. Não consigo nem pensar em viver sem a minha família, sem os meus amigos, sem o meu Deus, é isto que me sustenta, é isto que me põe de pé todas as manhãs. Você que nunca usufruiu desta dependência devia experimentar; é bom falar com Deus, é bom ter família, é bom ter amigos, mas, se faltar alguma destas você não será completamente preenchido nas suas necessidades.Fica faltando alguma coisa, e você vai buscando em tantos lugares preencher este vazio, troca de namorado, troca de emprego, troca de marido ou de esposa, sai em busca de religiões e não consegue se sentir completamente feliz. 
Vou te dar um conselho:  Ser dependente de algo que não prejudica o seu organismo é bom.Ser dependente de Deus é melhor ainda.  

Nenhum comentário: