sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Sou como árvore plantada junto às àguas

"Bendito é o homem que confia no Senhor, e põe Nele a sua esperança. Porque é como a árvore plantada junto ás águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão, não se perturba, nem deixa de dar fruto. Jeremias 17:7,8" 
Depositamos a nossa confiança em muitas coisas; na força braço, do conhecimento, na estabilidade do casamento, no emprego, no amigo, na família, no corpo, na beleza, na saúde, na igreja, e de repente quando alguma delas se desestabiliza, o  mundo desmorona. Não tem força para reconstruir.
A bíblia nos fala de uma promessa, de que só é feliz aquele que põe em Deus a sua confiança, pode vir a tribulação que for, permanece firme, como uma palmeira levada pelo vento, o galho chega a dobrar, mas não se quebra.
A fé é que nos mantém firmes em meio as batalhas, confia em Deus, até a morte está no seu controle, este momento difícil não durará para sempre. 
O desespero não ajudará na solução dos seus problemas. Imagina uma árvore sem água, sem comida, ali parada, esperando a chuva chegar, para ser alimentada,  olhamos e a vemos estática, mas as suas raízes estão ali se esticando em busca de alimento . É assim que deve ser colocada a sua confiança. Ore. Coloca as suas aflições nas mãos de Deus. Na hora certa, a chuva chega.
Mas quando você coloca a sua confiança, a sua vida, nas mãos de outros, nas mãos do melhor médico,  sairá com certeza, com o coração ferido. O homem sempre falha.
Não tenho medo de colocar a minha vida nas mãos de Deus,  alguns acreditam em homens, em religiões, em promessas, mas eu, coloco no meu Deus a minha confiança. Sou como árvore plantada junto a ribeiro de águas....

www.deacorrea.blogspot.com

Resgatando valores

"Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto: quem o conhecerá? Jeremias 17:9"
Lembro de um tempo em que os acordos eram selados com um aperto de mão; que amigo era amigo até debaixo d'água; que pai e mãe eram para ser honrados e obedecidos; que professor, mestres eram respeitados acima de qualquer coisa; que família era sangue do seu sangue; que ser criança era bom demais; que brincar significava encontro de amigos; que os conflitos eram resolvidos ali mesmo, nunca na delegacia; que jovens precisavam trabalhar; que valores, caráter, responsabilidade, respeito, disciplina eram os nossos pais que nos ensinavam.
Tem coisas que o mundo moderno excluiu como se romper com a disciplina, com o respeito, com o amor fosse resolver todos os problemas do mundo. O resultado deste rompimento está aí para quem quiser ver.
Fica a dica: ainda dá tempo de ensinar, os jovens e alguns velhos que esqueceram,  saber o que é disciplina, o que é respeito, o que é caráter, o que é responsabilidade, o que é compromisso, o que é família, o valor de um amigo, que honestidade é uma virtude, que o mundo não gira em torno do umbigo dele. 
O mundo não perdoa, se você não ensinar o seu filho em casa, a rua vai punir. 
Falta educação, falta um monte de coisas, que o Estado não cumpre, mas falta principalmente você assumir as suas responsabilidades e ensinar o seu filho a viver em sociedade.

www.deacorrea.blogspot.com