quinta-feira, 24 de março de 2016

Tempestades de verão

Diante de uma tempestade tendemos a somatizar os resultados negativos. Quando se olha para as nuvens que prometem uma chuva forte, desprotegidas, é inevitável a sensação de medo. Ocorre da mesma maneira  quando olhamos para os problemas com uma atitude pessimista. Vem aquela sensação de que: agora, acabou tudo. Não tem mais jeito. Uma característica das tempestades fortes é que elas passam rápido. Fazem estragos, é verdade, mas não demoram muito. Portanto, ainda que pareça que vão destruir tudo,é possível que não aconteça nada.
Encare a vida com coragem. Não é qualquer coisa que pode te derrubar. Olhe a tempestade sem pensar que está desprotegida. Há uma força invisível dentro de você. E que te ajuda a seguir em frente, o sol permanece muito mais tempo em sua companhia do que  a escuridão. Uma atitude otimista ativa as suas forças. Prepara você para a luta. Lembre-se que as batalhas e os adversários não são iguais e exigem uma armadura e uma estratégia diferente em cada luta.
O medo não é um sinal de covardia, mostra apenas que é humano e isso te faz mais cauteloso. Não se arrisque à toa. Muitas vezes para vencer é preciso dar alguns passos para trás. Repensar as estratégias. Retomar de onde parou. Depois de uma tempestade há sempre um período de descanso. Deita na rede e espera o furacão passar...

Até que eu encontre uma janela no meio do nada

O tempo parece ser o responsável pela resolução de muitos problemas. Com o passar dos dias acalmamos o coração e começamos a perceber que o que parecia impossível, pode ser resolvido. É uma questão de perspectiva, depende do lado que se olha e de tanto olhar conseguimos enxergar possibilidades não visíveis à primeira vista. Quando se deparar com um obstáculo à sua frente, uma montanha intransponível, coloque-se a frente desse obstáculo e comece a avaliar as possibilidades. Junte tudo o que conseguir desvendar, faça um plano. Anote tudo o que conseguir. Depois de alguns dias olhando com fé e determinação você vai ver a janela se abrir. E ela sempre se abre para a direção certa. Não saia por aí tomando decisões precipitadas. Acalma o coração. Analisa as possibilidades. Dá um tempo para que as suas idéias sejam amadurecidas. Senta no banco. Olha o mar. Enxerga a natureza. Respira a montanha. Leia um ou dois livros. Permita-se sentir o carinho de um ombro amigo. Chama uma amiga para tomar café. O tempo conspira a favor daqueles que sabem esperar a hora certa...

sexta-feira, 18 de março de 2016

O Brasil tem dono

Indignação e vergonha é o sentimento dominante no coração de todos os brasileiros nos últimos dias. Como cidadãos comuns não conseguem acreditar que são governados por uma corja de ladrões,  sem escrúpulos que debocham dos valores mais sagrados. Que não se importam com o sofrimento do seu povo. Roubaram o nosso dinheiro e roubaram também o orgulho e a dignidade de um povo inteiro. Sinto vergonha por eles. Vergonha pelo mau caratismo, pelo deboche, pela falta de respeito, por acharem que estão acima da lei, que podem manipular a máquina do estado em benefício próprio. O Brasil é do povo. A língua nos une como nação. Não somos parte dessa minoria criminosa. Somos parte do grupo que acredita nesse país  e que podem reverter esse caos com muito trabalho e determinação. Que a indignação seja a alavanca que nos impulsione em direção a vitória. Sem armas  lutamos pelos nossos direitos, de forma pacífica e ordeira. Os Estados Unidos se mantém como nação forte porque as instituições que garantem a soberania e o cumprimento das leis naquele país estão acima de tudo e de todos. Nenhum cidadão está imune a força da lei. Oro para que o Brasil caminhe nessa direção. O cumprimento da lei acima dos interesses escusos que permeiam essa nação. Há que se cortar algumas cabeças para que sirvam de exemplo para os que acham que essa terra não tem dono. Que a lei pode ser manipulada em favor daqueles que a desrespeitam. O povo clama por justiça. E eu Brasil, acredito em você!!