segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Ainda dá tempo

Ainda dá tempo de olhar o vento e voltar atrás
consertar os estragos e dizer nunca mais
De dizer que me ama e  me pedir perdão
Olhar nos meus olhos e ouvir o seu coração.
Ainda dá tempo de esquecer as mágoas e calar todas as acusações
Se tiver tempo, conserta tudo,  amarra a nossa rede no quintal
Se o tempo deixar, 
liga de novo 
 me abraça com gosto 
 me convida para dançar
 me beija como se hoje o mundo fosse acabar
Ainda dá tempo, estou esperando você chamar
Quero ouvir todas as palavras de amor que 
insiste em guardar, por medo de amar
Volta logo, talvez o cansaço me faça desistir de esperar
E encontre na volta, qualquer  outra coisa ocupando seu lugar
Ainda dá tempo de olhar o vento e semear a paz


Nenhum comentário: