sexta-feira, 19 de maio de 2017

Apaguei tudo que me lembra você

Apaguei todas as marcas, tirei para sempre os vestígios que me lembram você. Não deixei nada que me faça lembrar tudo que vivemos. A saudade, por vezes, não me deixa apagar por completo,
a sua imagem. Mas qualquer dia desses, vou olhar para dentro do meu coração e não enxergar você, refletido como fantasma a me perseguir. Quero a liberdade, para apagar sua face da minha memória. Usar toda criatividade para escrever um novo capítulo à minha história, e esquecer que um dia fez parte de mim. Me fez acreditar que éramos um, unidos. Você se foi.  A metade que ficou, foi dividida em muitas partes. Agora, estou em dúvida, já não sei quem sou. O meu passado não me pertence. As minhas memórias, estão cheias de você. Não consigo lembrar quem era, ou quem fui. Nenhuma delas sou eu. Roubou, com as suas vontades, parte da minha personalidade. Para agradar a você, apaguei os meus desejos, os meus sonhos e as minhas verdades. Agora chega, vou em busca da minha vida, recuperar as minhas memórias, Vai embora de uma vez. Quero esquecer tudo que me fez. Daqui para frente, serei eu e o presente. Vamos escrever nova história. Você, fica no passado, será deletado das minhas lembranças, quebrou a minha confiança. Vou construir um enredo novo, completar o álbum que ficou vazio da sua presença. Agora, estou só, juntando os pedaços, sem saber como completar o  portfólio. Logo, novas imagens serão acrescentadas. Não importa se são poucas, ou de qualidade duvidosa, o que importa é que essas são, as minhas imagens, e nunca mais terei que dividi-las com você. Adeus..

Nenhum comentário: